Parlamentar usou a tribuna da Câmara dos Deputados para denunciar ação da turma investigada 

O deputado federal Fernando Rodolfo (PL/PE) escancarou na tribuna da Câmara dos Deputados, nesta quarta-feira (29), a manobra da turma investigada no caso da compra dos respiradores para porcos, sem licitação, pela prefeitura de Recife. Segundo o parlamentar, o grupo se utilizou de uma verdadeira manobra para afastar o Ministério Público Federal (MPF) do caso.

“Que país é esse? No auge de uma pandemia, prefeitura comprando respiradores para porcos com recurso federal! Aí, os investigados por essa pouca vergonha, simplesmente pedem o afastamento do MPF? Claro, se tirar a polícia federal do caso é mais fácil. Não desmerecendo o trabalho da polícia civil, mas a gente sabe que Pernambuco é comandado por uma mão de ferro e aí manter o caso em órgãos estaduais é mais fácil. Eu não tenho medo de falar, de escancarar essa vergonha que estão fazendo com o povo pernambucano e com o dinheiro público”, desabafou Rodolfo.

A ação apura a compra de respiradores por meio de dispensa de licitação, para adquirir 500 respiradores pulmonares para tratar pacientes com a Covid-19. Operação Apneia apura fraudes no valor total de R$ 11,5 milhões, o MPF irá recorrer da decisão no Tribunal Regional Federal da 5ª Região (TRF5). Segundo a investigação da polícia federal, a empresa fictícia tinha um suposto capital social de apenas R$ 50 mil, e não poderia faturar mais que R$ 360 mil por ano. A empresa chegou a fornecer 35 respiradores à PCR, contudo o contrato foi desfeito no dia 22 de maio de 2020, um dia após notícias sobre as irregularidades serem divulgadas na imprensa.